Tuesday, November 29, 2011

SÉRIE: (H) de homem (M) de mulher - IV



Fui ao supermercado esta semana e ouvi uma operadora de caixa falando para outra: Sexta que vem, vamos na casa dos machos. Na ocasião, tocava na banca do camelô a música com essa "tirada".

Em tempo de desapego, eu penso que isso é o reflexo da falta da "conquista" masculina. O fato é que o homem está investindo pouco nisso. Culpo parcialmente as mulheres, pois no processo da conquista, a entrega do corpo está fácil demais, agora, a entrega da alma, elas estão dificultando um pouco. Você pode não concordar, mas quando as mulheres fazem isso ao contrário, primeiro a alma, depois o corpo [seja lá por qual motivo], elas ficam extremamente complicadas.

Não é mais novidade que as mudanças no comportamento feminino tornaram-nas mais seguras e independentes, contudo, aprenderam abdicar do sofrimento causado por eles, e, a  tendência é que traiam mais e fiquem sozinhas.

Em pensar que a sexualidade no universo feminino já foi um buraco negro, superado pela liberdade de expressão, leis contra violência à mulher entre outros movimentos.Elas também querem sexo sem compromisso, prazer incondicional, querem ir à "casa do machos", afirmando direitos iguais quanto aos homens combinarem de ir à "casa das primas".

E mesmo na inversão de valores, e na controvérsia dos bons costumes, a mulher, pela sua natureza anseia ser conquistada e admira homens românticos. 

No comments:

Sigam-me os bons!

Receba as novidades por e-mail :